top of page
  • Foto do escritorLua Pche

Soltar a corda

Ansiedade não é perigoso, mas a forma como reagimos a ela pode contribuir.


Aceitar sua situação crítica ajuda a sair “do olho do furacão”. Aparentemente são ideias paradoxais, mas vou te mostrar que são também complementares. A nossa tendência cultural nos ensina que extremos opostos devem ser vistos como inimigos, e não cooperantes.


Aceitar momentaneamente não é tirar a responsabilidade da mudança que precisa ser feita, mas está mais para, apenas por um momento, se permitir estar onde você está, integralmente.


Não é perder a batalha contra suas emoções, é escolher não lutar, apenas. Soltar a corda do cabo-de-guerra. Não usar suas habilidades para tentar sufocar a si mesma. Esse ato não é uma derrota, é uma opção consciente em direção a se tornar bom em sentir e distinguir emoções, ficar afiado nisso. Dessa forma é mais provável que elas parem de controlar as situações de forma repentina, te assustando com sua tamanha força.


Na medida em que conseguimos traduzir emoções em imagens, palavras, manifestações com participação consciente, vamos tornando melhor delimitado o que reside detrás de emoções fortes.



53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page